Make your own free website on Tripod.com

Lezíria dos Tufos

Saúde, Higiene e Veterinários

Home
Ninhadas
Meus porquinhos
Cuidar de um porquinho-da-índia
Criação
Saúde, Higiene e Veterinários
Raças
Comportamento
Links

O que deve observar semanalmente!



Monitorizar a Saúde do seu Porquinho-da-Índia

 

Observações Diárias

Estão os olhos do seu porquinho limpos? Ele mantém-se alerta? Reage a si e à comida como sempre reagiu? Sente alguma protuberância ou alto no porquinho? As fezes parecem uniformes? Estará o porquinho a beber normalmente? Está a andar normalmente? A cabeça inclinada pode significar uma infecção auditiva ou ácaros nas orelhas.

 

Exame Semanal de Saúde

Pese o seu porquinho-da-índia e registe o seu peso. Examine por completo o seu porquinho.

 

Observe os incisivos: Estão partidos ou descolorados? Estão as extremidades desgastadas? O seu porquinho baba-se?

Examine as patas: O porquinho tem esporas (alto caloso)? As esporas podem ser cuidadosamente cortadas usando um corta-unhas (evite cortar demasiado perto para evitar sangramento). Tem algum inchaço na palma dos pés? As unhas precisam de ser cortadas?

Observe o interior das orelhas: Vê restos de algo? Está a orelha irritada? Uma gota de óleo mineral pode ajudar a amolecer depósitos usuais de cera nos ouvidos. Limpe o interior da orelha com um pano suave.

Examine a pele: Procure protuberâncias ou altos, principalmente por baixo do queixo.

Examine os genitais: Está a área molhada ou inflamada? Se possui um macho, aprenda como inspeccionar o ânus e o saco perineal. Como o macho marca o território, pode ficar material da cama ou da forragem da gaiola alojado no saco. Os machos mais velhos podem necessitar de uma limpeza regular, no caso das fezes não saírem normalmente (veja em www.guinealynx.info sobre mais informações sobre retenção de fezes e sobre outras condições). Quando pegar num macho, coloque a sua mão por baixo da anca. Sentirá algo duro dentro da bolsa se o porquinho estiver a reter as fezes.

(retirado de "Cavy Health Record Book" - Guinealynx.com)

 

 

Dados Fisiológicos

 

Temperatura corporal: 38,3-40ºC (100-104ºF)

Batimento cardíaco: 230-320 pulsações por minuto

Frequência Respiratória: 90-150 movimentos por minuto

Volume Tidal (volume de ar a cada respiração): 2-5ml/kg

Volume de sangue (no corpo): 6% do seu peso corporal

Expectativa de vida: 4-5 anos, pode ir aos 8 anos

Temperatura ambiente óptima: 20-22ºC (aceitável:15-18ºC)

Humidade ambiente óptima: 45-65%

Consumo de alimentos (diário): 6g de alimentos (por 100g de peso corporal), dos quais 2-4g correspondem a alimentos secos – ração (ingerem 8% do seu peso corporal em ração)

Consumo de água (diário): 85ml (adulto) – aproximadamente 8ml por 100g de peso corporal

 


 

Maturidade Sexual (fêmeas): 4-6 semanas de idade

Maturidade Sexual (machos): 4-6 semanas de idade

Idade para iniciar criação (fêmeas): 4-5 meses, 500g de peso

Idade para iniciar criação (machos): 3-5 meses, 550g de peso

Período de cio: a cada 15-17 dias

Ovulação: espontânea – aproximadamente 10 horas depois de iniciar o período de cio

Gestação: 59-72 dias (depende do tamanho da ninhada)

Número de crias por ninhada: média de 3 (1 a 6) crias

Peso ao nascer: 75-100g

Duração de fertilidade (fêmeas): 4-5 anos

Duração de fertilidade (machos): 5 anos ou mais

Período de lactação: 3-4 semanas

 

 

Fonte: Richardson, V.C.G. - Diseases of Domestic Guinea

Normal vs. Anormal



O que é normal? O que não é normal?

 

Fezes

As fezes devem ser uniformes e ovais, num tom de castanho médio a escuro. Fezes esverdeadas e com cheiro podem ser (caecal pellets) que os porquinhos-da-índia ingerem (necessários para uma boa nutrição).

  • Fezes maciças podem indicar retenção de fezes
  • Fezes mais pequenas e/ou em forma de lágrima podem indicar desidratação e/ou que o porquinho está a comer menos
  • Diarreia pode ser uma ameaça à vida do porquinho. Se as fezes forem apenas mais moles, parar de dar vegetais temporariamente pode ajudar. Procure um veterinário imediatamente em caso de diarreia severa, porque pode indicar uma séria infecção por parasitas ou bactérias.

 

Urina

A urina deve ser de cor clara ou um pouco escurecida. O que causa esse escurecimento são os compostos de cálcio. A urina normal não é de textura arenosa. Urina seca normal pode deixar um pó branco dos compostos de cálcio. Mas urina de textura arenosa pode indicar lixo na bexiga. Por vezes a urina pode mudar para um tom alaranjado quando fica depositada por algum tempo. Porquinhos-da-índia muito novos têm muitas vezes a urina com um tom alaranjado ou acastanhado. Uma urina com um cheiro demasiado activo pode ser um sinal de desidratação.

  • Sangue na urina não é normal e pode ter como causa uma infecção urinária, pedras na bexiga, ou (nas fêmeas) problemas reprodutivos como infecções no útero.

 

Perda de peso

Perda de peso é um sinal precoce de várias doenças. Para ajudar a monitorizar a saúde do seu animal, pese o mesmo todas as semanas. Utilize as páginas de registo de peso e tratamentos neste mesmo manual, um bloco de notas, ou um calendário, mas não se esqueça de registar o peso do seu porquinho regularmente. Apesar do peso flutuar ligeiramente durante o dia, uma perda de peso de 55 a 85g pode ser o despoletar de um problema. Se o seu porquinho perdeu 115g ou mais, procure um veterinário imediatamente.

 

Consumo de água

O consumo de água é diferente para cada porquinho-da-índia. Se o porquinho comer bastantes e diferentes vegetais (molhados e ainda húmidos), pode parecer que ele bebe muito pouca água. Se está preocupado com isso, procure sinais de desidratação. O consumo excessivo de água pode indicar diabetes ou um não funcionamento correcto dos rins. Outra razão poderá ser dores. Animais doentes (especialmente com problemas nos molares) podem não conseguir comer mas bebem água excessivamente. Certifique-se que o seu porquinho não está apenas a brincar com o bebedouro (ou que o bebedouro não está a verter água) se suspeitar que o seu animal está a beber água em demasia.

 

Olhos

Os olhos devem estar limpos e simétricos. Olhos com crostas são um sinal de infecção por bactérias. Trate de possíveis ferimentos nos olhos imediatamente para prevenir a perda de um olho. Olhos aguados podem significar desidratação. Alguns porquinhos-da-índia desenvolvem uma perturbação chamada “olhos de ervilha”, na qual a conjuntiva branca (membrana dos olhos) está visível. Procure tratamento se existem lágrimas, crostas ou vermelhão (inflamação). Nota: os porquinhos segregam usualmente um fluído leitoso e branco que serve para limpar o focinho.

 

(retirado de #Guinea Health Record Book" Guinealynx.com)

Medicação vs. Veterinários



Medicação Perigosa

Todos os antibióticos afectam a flora intestinal do porquinho-da-índia. Alguns são mesmo tóxicos e podem causar uma diarreia fatal e mortal. Amoxicilina (amoxicillin; encontrada no Clavamox) é muitas vezes erradamente prescrita por veterinários inexperientes. Não permita que o seu veterinário prescreva Amoxicilina ou qualquer outro medicamente que tenha por base a Penicilina. Um veterinário experiente em porquinhos-da-índia não deve nunca prescrever um destes medicamentos e deve estar apto a providenciar uma lista mais completa de medicamentos tóxicos.

 

 

Medicamentos a evitar!

Esta lista inclui alguns dos mais mortais antibióticos. Evite estas substâncias, assim como os seus derivados. Estas substâncias podem causar uma diarreia fatal e irreversível, logo, não devem nunca ser usadas e só vão piorar o problema. Leia “O que precisa saber sobre antibióticos” antes de iniciar qualquer tratamento com antibióticos.

 

Amoxicillin (amoxicilina)

Ampicillin

Bacitracin (bacitracina)

Cephalosporins

Cephalexin

Cefazolin

Chlortetracycline

Clindamycin

Dihydrostreptomycin

Streptomycin

Erythromycin

Lincomycin

Oxytetracycline

Penicillin (penicilina)

Cefadroxil

 

(retirado de "Guinea Health Record Book" Guinealynx.com)

Grooming



Há quem defenda que os porquinhos-da-índia devem tomar banho de 3 em 3 meses, mas um banho de 6 em 6 meses ou anual como manutenção pode ser suficiente.

Com os porquinhos de pêlo comprido, deve-se também pentear regularmente e cortar o pêlo pela altura do chão (se não for um porquinho de exposição) para que o pêlo não se suje tão facilmente e não embarasse.

 

Como dar banho

 

Dar banho aos porquinhos é uma óptima arma contra parasitas e fungos, mas tem de ser efectuado com muito cuidado, já que os porquinhos são propensos a doenças respiratórias e podem adoecer se não forem bem secos e apanharem uma corrente de ar. Há quem prefira inclusive não dar banho aos porquinhos, a não ser que seja mesmo necessário, mas vários sites credíveis estrangeiros e especialistas em porquinhos-da-índia aconselham o banho com alguma regularidade, inclusive com produtos próprios para a prevenção de doenças de pele e fungos.

Para dar banho a um porquinho, utilize uma banheira de bebés ou o lava-loiça da cozinha ou casa-de-banho. Mantenha a temperatura da sala constante, sem correntes de ar, nem muito frio. Encha com um pouco de água morna (não quente) até cobrir as patas do porquinho e com as mãos vá molhando todo o seu corpo. Não utilize o chuveiro nem encha com água enquanto o porquinho está lá dentro, isso origina muito stress no porquinho que vai associar o banho a uma situação má. Vá falando com ele, fazendo festinhas para que o banho seja agradável para o seu animal. Utilize um shampô próprio para roedores ou shampô para gatinhos bebés (sem insecticidas ou produtos agressivos) e massaje bem todo o corpo, não esquecendo a barriga e o focinho, mas sem molhar ou deixar entrar shampô nos olhos, boca e ouvidos. Depois enrole-o numa toalha e seque-o bem, só o coloque novamente na gaiola quando estiver bem seco. Há pessoas que utilizam o secador, eu prefiro secar os meus com uma toalha e depois mantê-los deitados e enroscados numa toalha seca (dentro de um alguidar por exemplo) enquanto secam totalmente.

Para pentear o seu porquinho de pêlo comprido, utilize uma escova macia (como as de bebés) e não escove junto à pele, pois esta é muito sensível e chega a ganhar feridas com a fricção.

Não se esqueça de proteger os testículos dos machos, quer no banho, quer no pentear, quer quando corta o pêlo!!! Coloque os seus dedos à volta dos mesmos, sem apertar, para que não os atinja com a escova, tesoura, e para que não batam em algum lado.

 

Fonte:

Peter Gurney - Guinea Pig, a pratical guide for your guinea pig

Veterinários



Algumas clínicas e veterinários com conhecimentos sobre animais exóticos:

 

 

Clínica Veterinária de Telheiras
Rua Professor João Castro Mendes, 10-A, Alto da Faia - Telheiras 1600-000 Lisboa . Contactos Telefónicos: 217574648 Obs:

Há três veterinárias com experiência em exóticos. Telefone de Urgências: 962952001 Horário: 2ª a 6ª - 10H às 20H Sábado - 10H

 

 

Clínica Veterinária João XXI  - http://www.portugalglobal.com.pt/ClinicaVeterinaria/joao-xxi/

Filial :
Avenida dos Bombeiros Voluntários, 76-B 1495-023 Algés Contactos Telefónicos: 214123740 E-mail: clinicaveterinariajoãoxxi@sapo.pt Obs: Tem veterinário de exóticos. Horário: 2ª a Sáb - 10h às 13h e 16h às 20h

 

Sede : 
Avenida João XXI, 18 CV 1000-302 Lisboa Contactos Telefónicos: 218489230 E-mail: clinicaveterinariajoãoxxi@sapo.pt Obs: Tem veterinário de exóticos Horário: 2ª a Sáb - 9h às 21h


 

 

 

Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa - http://www.fmv.utl.pt/hosp.htm
Rua Professor Cidade Santos Lisboa 1300-477 Lisboa - Ajuda Contactos telefónicos: 213652893 Obs: Tem veterinário de exóticos (Dra. Sandra Jesus)

 

 

 

Hospital Veterinário de Almada - http://www.hvalmada.com/hva.htm
Rua Nuno Alvares Botelho, 14-A 2800-172 Almada Contactos telefónicos: 212765101 E-mail: hospitalveterinariodealmada@clix.pt Obs: Tem veterinário de exóticos

 

Vetoeiras
Praceta da Beira, 4-Lj - Oeiras Contactos telefónicos: 214415438 Obs: Tem veterinário de exóticos, faz ecografias e tem urgências 24h

 

 

Zoo Médica
Praceta Rui Belo, 1A, Colina do Sol 2700-717 Brandoa Contactos telefónicos: 214761814 Obs: O especialista em exóticos só dá consultas a partir das 18h Telefone urgências: 965370176 Especialidades: Consultas, Urgências, Cirurgia, Análises, RX, Int

Sandra Silva